Ferramentas para a prevenção ou investigação de acidentes nas empresas

Principais causas que paralisam a produção
As 10 principais causas que paralisam a produção de uma empresa
24 de outubro de 2017
Curso online e a distância
Cursos online quebram as barreiras da distância e do tempo
9 de novembro de 2017

Ferramentas para a prevenção ou investigação de acidentes nas empresas

ferramentas para a prevenção de acidentes

Quando ocorrem acidentes nas empresas é muito importante que haja uma análise de como tudo aconteceu, para poder evitar que essas situações se repitam mais à frente.

Investigar e buscar responsáveis é primordial, para que tudo seja resolvido da melhor forma e para que a empresa possa corrigir determinadas falhas, que suscitaram essa situação.

Sendo assim, é importante buscar maneiras de se informar e entender porque isso aconteceu, para prevenir os acidentes nas empresas, e a seguir vamos falar um pouco mais a respeito disso! Confira!

Como investigar e prevenir os acidentes nas empresas?

Para que a investigação serve?acidentes nas empresas

A investigação de acidentes nas empresas tem o objetivo de impedir que essa situação se repita, pelo bem dos funcionários e pelo bem da própria organização, que é onerada quando esse tipo de situação se dá!

A investigação envolve pelo menos 3 fases específicas. A primeira é a coleta de informações. A segunda é o diagnóstico, que ajuda a entender porque o acidente ocorreu. A terceira é a proposição de medidas que impeçam que essa situação aconteça mais uma vez.

Para entender porque isso se sucedeu é primordial falar com colegas que possam explicar porque esse acidente se deu, é importante falar com o coordenador do turno de trabalho, com o serviço médico que atendeu o acidentado e até mesmo com o próprio colaborador que se feriu.

O local onde o acidente aconteceu também precisa ser observado, para que se compreenda bem como tudo pode ter acontecido na esfera material do acidente em si.

Depois dessa coleta de informações é a hora do investigador analisar o que pode ter levado o acidente a ocorrer e o que de fato não tem essa responsabilidade. Deve ser apurado o que aconteceu, como isso aconteceu, como podia se evitar e por aí vai!

O que normalmente determina os acidentes nas empresas?

Os acidentes nas empresas raramente ocorrem por um único motivo, mas sim por uma combinação de razões variadas que justificam esse tipo de ocorrência, terrível para o negócio e para os colaboradores.

Fatores ambientais, fatores humanos e fatores materiais fazem toda a diferença. Além disso, os hábitos equivocados dos trabalhadores e da própria empresa podem facilitar a ocorrência de acidentes em meio as suas operações.

A importância que se dá a vida dos funcionários e ao seu bem-estar também deve ser pensada, assim como o excesso de confiança desses mesmos colaboradores e a sua irresponsabilidade com a própria segurança!

Muitas vezes a pressão para que os colaboradores produzam mais, mais rapidamente e melhor também pesa muito e suscita acidentes, e a ausência de treinamento costuma tornar ainda mais comum esse tipo de ocorrência no ambiente laboral.

Como deve ser registrado o acidente?

Depois que o acidente ocorre é muito importante que o colaborador tenha o atendimento médico devido, para se recuperar do trauma e para que passe bem o mais cedo possível.

O acidente deve ser comunicado em até 24 horas para a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT), com o objetivo de que o trabalhador possa contar com a previdência social no seu período de recuperação, para o seu sustento.

Se o afastamento dele for superior a 15 dias é primordial que ele busque uma agência do INSS, afim de requerer o auxílio doença. Vale dizer que o profissional que se acidenta no trabalho deve ser mantido na equipe por pelo menos 1 ano após o seu retorno, afim de que ele tenha estabilidade e não tenha que sair ao mercado em desespero, para procurar emprego.risco de acidente

A importância dos cuidados das empresas e dos funcionários

Empresas que não fornecem equipamento de proteção individual, que não sinalizam perigos eminente e que não se esmeram em oferecer treinamento de qualidade para os seus colaboradores infelizmente ainda são a esmagadora maioria, e a consequência é que os acidentes de trabalho são cada vez mais recorrentes e mais comuns.

Por outro lado, os funcionários também muitas vezes não se interessam em usar equipamentos, em se esforçar em treinamentos e em prestar atenção ao aviso dos patrões, confiando que nada de mal lhes acontecerá e que se acontecer tudo vai ficar bem. É importante entender que um acidente pode incapacitar permanentemente o trabalhador, então não é questão apenas de ficar um tempo “de molho”, porque pode ser bem pior que isso.

É necessário que empresários e colaboradores desenvolvam a cultura do cuidado, focando no bem-estar de todos e se esforçando para que nada de mal ocorra nas dependências do negócio.

A investigação e a prevenção de acidentes nas empresas são fatores que estão interligados e que dependem um do outro. Apenas investigando saberemos de fato como evitar que algo terrível aconteça, e apenas prevenindo poderemos garantir que o mal não se repita! Sendo assim, tenha isso em mente, seja você trabalhador ou empresário!

Instrutor
Instrutor
Professor ROLAND ROBERT COLOMBARI Professor nas disciplinas de Gestão da Qualidade, Sistema de Gestão Integrado, Segurança do Trabalho e Estática - Princípios de Resistência de Materiais nos cursos de engenharia de produção, ambiental e química. Universidade São Francisco Professor na disciplina Gerenciamento de Riscos no curso de extensão em engenharia de Segurança do Trabalho. Universidade São Francisco Professor na disciplina Segurança em Máquinas, Equipamentos e Instalações no curso de extensão em Engenharia de Segurança do Trabalho. Centro Universitário SENAC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *